clique aqui para se cadastrar

Dicas

Mosquitos, sol e roupas

  1. Traga com você repelente para mosquitos, chapéu ou boné e protetor solar adequado para sua pele.
  2. Verifique os tipos de roupa necessários para os seus passeios, Utilize roupas claras,  leves e ventiladas (verifique as condições climáticas do período). Coloque sempre uma ou duas peças sobressalentes e lembre-se de trazer pares de meias e roupas de frio adicionais. Pode fazer frio durante a noite.
  3. Traga roupa de banho (biquíni, sunga, etc.) e uma mochila confortável para seu passeio. Será muito útil.
  4. Traga calçados firmes e adequados para caminhadas (tênis) e calçados adicionais, para lazer e descanso no final do dia (chinelo ou tênis).
  5. Dependendo da época uma capa de chuva é sempre bem vinda.
  6. Evite tudo que for desnecessário para sua viagem, mas lembre-se (caso você goste) de trazer sua máquina fotográfica e seus binóculos.

 

Cuidados nos hotéis

  1. O check-in padrão ocorre ao meio-dia.
  2. Confira a limpeza dos quartos e banheiro.
  3. Se levar aparelhos de barbeador, rádio, secador ou outro equipamento, certifique-se da voltagem do lugar antes de ligá-los.
  4. Para economizar, evite utilizar os serviços do próprio hotel, como ligações telefônicas, bebidas do frigobar e lavanderias.
  5. Arrume suas coisas para não esquecer nada quando for embora.

 

Cuidados ao contratar agências de turismo

  1. Organize sua viagem com antecedência e pesquise preços e condições.
  2. Considere a época da sua viagem [viagens na alta temporada (férias escolares de julho e do verão, feriados de fim de ano, carnaval etc.) são muito mais caras do que aquelas realizadas na baixa temporada. Além disso, todos os serviços prestados, tais como alimentação, transporte, infra-estrutura dos locais visitados, sofrem uma influência direta desse fator, tanto no preço como na qualidade (filas, atrasos, overbooking, demoras etc.).
  3. Avalie se vai optar por pacotes individuais (personalizados) ou excursões. Verifique estas condições antes de contratar o serviço.
    1. Viagem individual costuma ser mais cara. Caso você opte por excursão, lembre-se: os roteiros e horários são fixos. Neste caso é bom checar o número de pessoas que compõe o grupo.
  4. Pesquise os preços. No caso de preços divulgados por anúncios e folhetos, os mesmos devem conter todas as informações referentes à viagem, de forma clara e precisa: valores cobrados pela parte aérea, categoria das passagens, taxas de embarque, parte terrestre, tipos de acomodação (quarto duplo, individual), traslados, refeições oferecidas, guias, número exato de dias, juros nos pagamentos a prazo e sobretudo, aquilo que ficará por conta do consumidor (almoços, jantares, etc.).
  5. Procure referências sobre a agência com pessoas de confiança que tenham usado os serviços.
  6. Faça tudo por escrito. No contrato deve constar aquilo que foi acertado verbalmente e oferecido pela publicidade. Atente para cláusulas que possam colocá-lo em desvantagem, sobretudo quanto à possibilidade de serem feitas alterações quanto aos hotéis, passeios, taxas extra e transporte. Não permita que constem espaços em branco. Guarde uma via datada e assinada, bem como todos os prospectos, anúncios e folhetos publicitários (eles integram o contrato). Uma vez feito o pagamento, a agência deve fornecer as passagens com datas de saída e chegada (leia com atenção as condições do serviço: atrasos, bagagens etc.), os vouchers (comprovantes de reserva de hotéis e traslados), bem como recibos dos valores pagos.
  7. Informe-se sobre a necessidade de documentos (vistos, vacinas, autorização para viagens de menores, etc.), providenciando-os antecipadamente. Fique atento aos horários, procurando chegar aos locais de saída dos grupos com antecedência. Identifique interna e externamente a bagagem. Informe-se sobre as condições climáticas dos locais a serem visitados e procure ser criterioso quanto à quantidade de roupas e outros objetos da bagagem. Nas viagens internacionais, resguarde-se de eventuais despesas, optando por levar (quando for possível) dinheiro, cartões de crédito e travellers checks, fazendo um planejamento dos gastos com alimentação e consumo, lembrando-se dos limites alfandegários para gastos no exterior. Outra forma de se proteger contra imprevistos, sobretudo nas viagens internacionais, é fazer um seguro patrimonial e de vida. Existem várias opções, que abrangem desde questões relacionadas a saúde e até outros incidentes (acidentes, falecimentos).
  8. Problemas durante a viagem devem ser comunicados aos responsáveis e, se possível, registrados, por meio de fotos, por exemplo. Se o passeio não transcorrer conforme o acertado, o consumidor conta com a proteção da lei: o Código de Defesa do Consumidor lhe assegura, entre outros, a reparação por prejuízos e danos decorrentes de serviços em desacordo com a oferta ou mesmo inadequados. O prazo para reclamar é de 30 dias após o término da viagem, sendo bom fazê-lo por escrito com cópia protocolada.
  9. Caso a agência cancelar a viagem, é obrigada a restituir todos os valores pagos (atualizados), bem como eventuais prejuízos financeiros e danos morais. São direitos garantidos ao consumidor pelo CDC e poderão ser pleiteados juntos aos órgãos de defesa do consumidor ou, dependendo do caso, por meio do Poder Judiciário.
  10. Se o cancelamento partir do consumidor, deve ser comunicado por escrito, com a maior antecedência possível. O agente de turismo, com exceção da parte aérea, poderá reter percentuais proporcionais ao prazo em que a empresa foi informada do cancelamento (de acordo com normas da Embratur, 10% para cancelamentos a mais de 30 dias da excursão; 20%, entre 30 e 21 e percentuais superiores correspondentes a gastos comprovados pela agência, no caso de menos de 21 dias do início da excursão).

 

Guias de turismo

  1. Ao contratar os serviços, verifique se a agência utiliza serviços de guias de turismo credenciados pelo MINISTÉRIO DO TURISMO. Eles serão os responsáveis pela sua segurança durante os passeios.
  2. Lembre-se que o guia de turismo é um profissional reconhecido, assim como um dentista, advogado, etc.. 

 

Cuidados com a bagagem

  1. Coloque, na parte externa e interna de valises, bolsas, malas e sacolas, uma etiqueta com nome, endereço e telefone do proprietário, independentemente da identificação colocada pela empresa no momento do check-in. Cuidado para não usar materiais que se despreguem facilmente e não deixe a etiqueta exposta em lugar fácil de ser arrancada, como próxima a fivelas.
  2. Personalize a mala, com adesivos e fitas coloridas. Por mais fora de moda ou extravagante que isso lhe parece, facilitará o reconhecimento da mala.
  3. Na hora do check-in, verifique se a funcionária da companhia aérea etiquetou corretamente a sua mala, identificando o destino certo. Da mesma forma, confira os canhotos de recibos de entrega de bagagem. Para cada volume, é necessário um comprovante.
  4. Retire as etiquetas com códigos de aeroporto coladas em vôos anteriores. Isso é um dos maiores responsáveis por extravio.
  5. Utilizar o sistema de proteção com plástico também ajuda a diferenciar a mala. Este serviço é oferecido por empresas nos principais aeroportos do mundo.
  6. Ao retirar a bagagem na esteira, verificar se não há outras iguais. Por engano, você pode levar a mala de outra pessoa. Como a lei proíbe que em vôos internacionais seja exigida a apresentação do tíquete de bagagem na saída, o problema é mais comum do que se pensa.
  7. Jamais colocar objetos de valor na mala. Dinheiro, documentos, máquinas e jóias devem ir na bagagem de mão. Bagagem é roupa, sapato e objetos de higiene.
  8. Toda mala deve estar fechada e lacrada. Usar cadeados é fundamental.
  9. Se for necessário fazer conexão e houver tempo suficiente, prefira sempre retirar a bagagem e fazer novo check-in. Na pior das hipóteses, você sempre saberá em que vôo ela desapareceu.
  10. A pontualidade na hora do embarque é importante para evitar afobamentos e conseqüente perda de objetos. Se o passageiro chegar em cima da hora, a companhia poderá não conseguir embarcar sua bagagem no mesmo vôo, provocando atrasos na entrega.
  11. Leve somente o essencial. E não se esqueça de levar alguns medicamentos de primeiros socorros, enjôos e desarranjos intestinais, analgésicos, antiácidos, antigripais e remédios específicos com receitas médicas.

 

Filmes e baterias especiais

  1. Caso você utilize filmes e baterias especiais, traga-os, pois nem sempre será possívle encontrar estes produtos no local.

 

Vacinas e cuidados com a saúde

  1. Prepare-se antes de viajar. Faça exercícios: caminhe, suba e desça escadas, durma e alimente-se bem.
  2. Ao viajar para regiões do Norte e Centro-oeste do país, por exemplo, deve tomar a vacina contra a febre amarela. Consulte um especialista imunologista ou infectologista com antecedência, pois a vacina deve ser tomada dez dias antes do embarque.
  3. Verifique se o seu plano de saúde está em dia.
  4. Verifique se a agência oferece seguro e quais as condições.

 

Crianças

  1. Verifique os graus de dificuldade dos passeios escolhidos junto à agência (quilômetros de caminhada, clima, infra-estrutura de apoio, condições das trilhas, etc.).
  2. Lembre-se: não desgaste as crianças.

Siga-nos:

Facebook Twitter Instagram
    

Avenida Flávio dos Santos, 372 – Floresta – CEP: 31015-150 – Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil (atendimento somente com agendamento) 
Telefones: (31) 3213-9839 | 98649-9839 (Vivo) | 99434-8142 (Tim – Whatsapp) | primotur@primotur.com.br



Indique para um amigo

Cancelar