clique aqui para se cadastrar

TRILHANDO A ESTRADA REAL - Caminho dos Diamantes

Bicame de Pedras a Catas Altas (Viagem de Trem) - 1 dia

Em 1703, o paulista Manoel Dias, depois de transpor uma densa mata, descobriu minas de ouro em morros altíssimos, as “catas altas”. Como os Bandeirantes carregavam uma ordem da corte portuguesa de, imediatamente após a descoberta de riquezas minerais, construírem povoados e erguerem igrejas, foi logo o arraial fundado por eles dedicado a Nossa Senhora da Conceição das Catas Altas do Mato Dentro. Então, no mesmo ano, se deu a fundação do povoado que ganhou o nome de Catas Altas do Mato Dentro.
Em 1712, devido à mineração do ouro, começava a delinear-se ali um aglomerado urbano. No mesmo ano, o clero local e os mineradores começaram as gestões para a construção de uma matriz, “que correspondesse à riqueza do ouro produzido e à dignidade de uma freguesia da Igreja Católica”. Em 1718, o povoado, por medida da administração colonial, é, de fato, elevado a freguesia e, seis anos mais tarde, ganha seu primeiro vigário “colado” – Pe. Domingos Luiz da Silva.
Monumentos Arquitetônicos - um monumento barroco, dedicado a Nossa Senhora da Conceição, teve sua construção iniciada em 1729 e só foi concluída em 1829. Os 99 anos de decorreram durante sua construção foram conturbados. Inúmeros desentendimentos aconteceram entre artitas, artífices e as irmandades locais. A matriz de Nossa Senhora da conceição localiza-se no epicentro de Catas Altas. Construída em madeira e taipa, é um dos mais impotantes templos de Minas Gerais. Seu altar-mor foi talhado em estilo D. João V, e os altares laterais são da primeira metade do século XVIII. Outros templos também se destacam pela importância histórico-arquitetônica. A Igreja de Nossa Senhora do Rosário data de fins do século XVIII e início do século XIX – está inscrita em sua fachada a data de 1862. Localizada no alto de uma colinam a linda Capela de Nossa Senhora do Carmo ou de Santa Quitéria foi construída no século XVIII. Também datada do final do século XVIII, a Capela do Senhor do Bonfim e construída em Madeira e pau-a-pique e possui uma belíssima fachada. Fazem parque deste acervo ainda: o Chafariz da Praça da Matriz e o Aquetudo de Pedra, construído para abastecer Catas Altas – são 100 metros de monumento que tem no centro um portal onde ainda se vê a data de sua construção: 1792. Outra Grande “Obra”, pertecente a Catas Altas é o Santuário do Caraça.
O naturalista Auguste Saint-Hilare, que já em 1816, vislumbrou as monumentais reservas de minério de ferro, disse: “foram edificados com muito mais esmero do que a maioria das que se vêem na França e mesmo na Alemanha” – referindo-se aos solares, sobrados e casas de Catas Altas.

Roteiro detalhado

06:45 - Encontro dos participantes em frente ao hotel, pousada, albergue, prédio público ou residência (Região Central de Belo Horizonte).
07:00 - Embarque no Trem com destino a Estação Dois Irmãos (Barão de Cocais).
09:00 - Chegada à Estação Dois Irmãos e traslado (25 km) até o Bicame de Pedras.
09:30 - Chegada ao Bicame de Pedras. Alongamento, dicas para uma caminhada saudável e explicação histórica do Bicame de Pedras e da Estrada Real.
09:45 - Início da caminhada (8 km) com destino a Catas Altas, percorrendo a Estrada Real.
Obs.: percurso feito em estrada de terra, com subidas e descidas leves e caminho sinuoso. Durante o passeio faremos paradas para descanso, relaxamento, fotos...
13:00 - Chegada a Catas Altas.
13:10 - Almoço.
14:00 - Tempo livre para conhecer o Centro Histórico de Catas Altas.
16:00 - Embarque no transporte para retorno a BH.
18:00 - Chegada a BH.


(ER) Roteiro da Estrada Real

Passeios

Neste roteiro você fará um passeio de Trem até a Estação dois Irmãos, depois iniciará uma caminhada saindo do Bicame de Pedras até Catas Altas.

Dicas

- Durante os passeios é aconselhável usar: roupas leves e claras, roupas de banho, tênis ou botas, meias grossas e boné ou chapéu;
- Os participantes devem levar uma mochila com objetos pessoais, alimentos leves suficientes para todo o passeio, um cantil ou vasilha com água, uma lanterna, uma toalha, capa de chuva, um canivete pequeno, medicamentos de uso pessoal e uma muda de roupa extra;
- A alimentação ideal para os passeios é: sanduíches naturais, frutas, chocolates, biscoitos, bebidas isotônicas, água e produtos energéticos;
- Aconselhamos levar ainda máquina fotográfica, protetor solar, óculos escuros e um bom agasalho para se proteger do frio.

Observações

- Este roteiro acontece de segunda a sábado, como no mínimo 3 pessoas;
- Passeio indicado para pessoas que gostam de praticar atividades em contato com a natureza;
- Para Guia de Turismo Bilíngue (Inglês, Francês ou Espanhol), acrescentar R$ 100,00 no valor total da compra;
- Caso as datas disponíveis não se encaixe na sua agenda, entre em contato.

Características do roteiro

Datas disponíveis

Nenhuma data disponível!

Investimento por pessoa

1 pessoa: R$ 400,00

2 pessoas: R$ 350,00 (por pessoa)

3 a 4 pessoas: R$ 300,00 (por pessoa)

5 a 6 pessoas: R$ 280,00 (por pessoa)

Desconto para crianças (acompanhadas de 2 adultos):
- 0 a 5 anos: 50%
- 6 a 10 anos: 30%

Itens inclusos no roteiro

passagem de Trem, transporte de retorno, passeio, seguro, Guia de Turismo e almoço.

Siga-nos:

Facebook Twitter Instagram
    

Avenida Flávio dos Santos, 372 – Floresta – CEP: 31015-150 – Belo Horizonte – Minas Gerais – Brasil (atendimento somente com agendamento) 
Telefones: (31) 3213-9839 | 98649-9839 (Vivo) | 99434-8142 (Tim – Whatsapp) | primotur@primotur.com.br



Indique para um amigo

Cancelar